Roger Lerina é jornalista cultural, integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS). Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil. É colaborador do site Coletiva.Net, onde publica uma coluna de opinião semanalmente, às quartas-feiras.

Atua também como roteirista, curador de festivais, mestre de cerimônias em eventos e DJ nas (pouquíssimas) horas vagas.

Considerado um dos principais jornalistas culturais do Brasil, por quase 20 anos Roger foi editor da coluna Contracapa, no Segundo Caderno do jornal Zero Hora, onde trabalhou também como repórter e crítico de música, cinema, artes visuais e teatro. A Contracapa foi, durante esse período, o mais importante espaço de visibilidade para artistas e produtores culturais de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul, além de publicar informações sobre os principais acontecimentos da arte, cultura, moda e entretenimento no Brasil e no mundo.

Entre 2011 e 2015, esteve também à frente de um programa de televisão, na extinta TVCOM. O "Programa do Roger", exibido diariamente durante a semana, trazia entrevistas, reportagens e números musicais ao vivo.

É autor do livro "Mauro Soares – A Luz no Protagonista" (2015), volume da coleção Gaúchos em Cena sobre o ator gaúcho, publicada pelo festival de artes cênicas Porto Alegre Em Cena. É corroteirista da série de TV "Os Fagundes – Tá no Sangue" (2016), produzida pela Estação Filmes e veiculada pela RBS TV em 2016.